quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Começou num dia especial para ela.
Ali estava eu, a destilar baba no meu cantinho coberto, encarando a mulher mais perfeita daquela parada, dando o exemplo à mocidade.
Chegou e disse-me “Ela é um espectáculo”. Olhei para o sujeito, da cabeça aos pés, aquiescendo que sim, que “A MINHA mulher é perfeita.”. Ela chegou e ele falou com normalidade, não tendo detectado maldade. Desconsiderei.
Passaram-se uns tempos, mas lá voltou o senhor, num dia como outro qualquer, sentando-se à minha beira enquanto bebíamos um café deslavado. Falou, falou, falou. Que percebia a minha escolha, que fazíamos um casal muito bonito, etc. e tudo ao molho. Do alto da minha consideração pela minha mulher, tentei manter a calma.
Apareceu mais algumas vezes, sempre muito falador, muito simpático comigo.

Hoje, enquanto conversávamos, larguei uma piadinha:

A minha mulher tem um fã. O X não perde uma hipótese para vir gabar-me a sorte. E fala, fala, fala."

Silêncio profundo, tossezinha seca da parte de um deles, mais silêncio e uma gargalhada histérica da Cenoura:


“Manuel, o X é muito gay. Assumido e tudo. Por acaso, já tinha desconfiado que tem um fraquinho por ti. Devo ficar com ciúmes?”. 

6 palmadinhas no ombro:

Lia disse...

Vai na volta..... ahahaha

Manuel, este post, no dia de hoje, fez-me rir.... MUITO! Gracias *

Manuel disse...

Lia, és má. Ser sexy dói, está bem?

Lia disse...

Oh Manuel, pensa que lhe doi mais a ele porque sabe que és um homem sexy, mas muito bem comprometido :p

Manuel disse...

Sou muito macho! Até tenho pêlos no peito e tudo.


Ele deve gostar.

Diário de uma Maria Ninguém disse...

Jasus... demais ehehe... deves ter ficado com a cara que tens no perfil, não?

Manuel disse...

Maria, com um bocado mais de barba, mas sim :(