quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Tenho percebido o esforço da TVI para se evidenciar no seu campo: O campo do ridículo. 

Não vou mentir e dizer que nunca vi o Big Brother ou genéricos. Já vi, já gostei de ver, considero extremamente interessante no que toca à análise de comportamento. No entanto, a selecção dos últimos tempos tem-se resumido à análise de dois requisitos: Grau de tolerância ao álcool e a Doenças Sexualmente Transmissíveis. 

Tudo excelente, cada um come o que quer, vê o que quer, incomoda como quer. Nem é isso que me incomodou mais. 

Tive a "honra" de estar a fazer o jantar (e com a TV ligada)  quando estava a passar uma novela para a juventude. 

Quem escreveu/pensou\autorizou aquilo vive em que gruta? Se não vive numa gruta, que tipo de analfabetos, mimados, complexados e fúteis conhece? 

Sou uma "miscelânea" de culturas e, ao contrário do borrego (ou dos borregos, o que é mais grave) que escreveu aquilo, nunca vi uma nortenha tão tacanha ou um ilhéu tão estranho. Considero uma falta de respeito para com as pessoas do norte (interior) aquela personagem feminina. Além de ser, aparentemente, a escrava da casa, é o arquétipo da ignorância (não da inocência, que é diferente), da tacanhice e de outras características que eu, como descendente de mulheres do norte, considero ofensivas. Se tivesse de ouvir a conversa do “passarinho” interior mais cinco minutos, sem dúvida, teria considerado o suicídio ou homicídio em massa.

Depois, considerando que a novela se destina a malta jovem, acho incrível a facilidade como se passa a ideia de que apanhar pielas é “cool”, que dormir com todas é de macho, que o dinheiro se ganha, a bem ou a mal, mas com facilidade. Algo está, definitivamente, mal na cabeça de quem autorizou\escreveu\realizou a novela, algo ficará irremediavelmente estragado na tola de quem acreditar naquilo. 

Será complicado fazer pior. 

7 palmadinhas no ombro:

Lia disse...

Aqui me confesso: enquanto em Portugal, via aos domingos as galas dos ditos programas (diariamente nunca me deu para ver - se calhar porque ao domingo fazem um belo resumo), e até que gostava... as estupidas gargalhadas que me provocaram são impagáveis :p mas também tenho a mesma opinião em relação aos últimos 'castings'.
Quanto à novela, sei de qual falas, mas nunca a vi... nem um único episodio, por isso não sei do que falas em concreto (e parece-me a mim que também não ando a perder nada ahahah)

Agora, 'felizmente' não acompanho rigorosamente nada do panorama televisivo nacional :D

Luís disse...

Nunca vi a telenovela, mas gostei muito do teu texto, defendo o que tu defendes aqui.

Manuel disse...

Lia, há várias novelas\séries\programas estúpidos, mas esta novela ganha.

Luís, acho que somos tipos à antiga.

Nada disse...

Sinceramente deixei de ver televisão pela falta de interesse que me transmitia. Diariamente as mesmas temáticas cada vez a roçar o mais idiota. Não sei de que novela falas...mas sem duvida alegrou-me não me dedicar a televisão à muito tempo. Mas é pena a inspiração televisiva desta geração ser essa.

Manuel disse...

Nada, tens de pesquisar, só para te rires um bocadinho.

Se aquilo tiver sido escrito por uma criança da primária até está aceitável...

DIOGO_MAR disse...

A TVI sempre nivelou por baixo, a sua linha programática, e até mesmo jornalística.
É de véras lamentável o MAU GOSTO evidente no serviço que presta.
Em fim, é o que temos.

ABRAÇAÇO

http://diogo-mar.blogspot.com/

Manuel disse...

Diogo, é o que temos, mas não é o que temos de ter... Basta que o pessoal se junte e deixe de ver :) .